Novidades do Communications Server 2010 | Wave 14 – Série 1

Publicado: 07/06/2010 em Wave 14

Algumas das novidades do novo CS 2010 já podem ser divulgadas. Direto do Tech-Ed (EUA) são elas:

Será suportado nos sistemas operacionais Windows Server 2008 SP2 64-bit e Windows Server 2008 R2 64-bit.

Mudanças na topologia:

  • Communications Server Sites
    • Localizações remotas agora poderão ser definidas como sites, sendo site central ou filial.
  • Novas opções de coexistência entre Roles
    • A parte de A/V do Front-End pode ser separado em um hardware dedicado. A Microsoft recomenda separar este papel quando um deployment for de 10.000 ou mais usuários.
    • O Mediation Server agora pode coexistir com o Front-End, e esta será a configuração recomendada ao não ser em um cenário onde será utilizado SIP Trunk ou Direct SIP.
    • Por fim, em deployments menores o Monitoring e Archiving Server podem coexistir com o Front-End.
  • Survivable Branch Appliance (SBA)
    • Este será um appliance que substituirá o CS nas filiais, a ideia é ter em um único appliance as funcionalidades de Front-End e Mediation, garantindo com que em uma hipótese de queda de link com o site central a filial permaneça com as funções do CS no ar. Alguns dos appliances já disponíveis podem ser listados aqui.
  • Director
    • O Director agora é um papel separado e não mais um pool “vazio”. Ele utilizará um SQL Express instalado localmente diferente das versões anteriores onde era necessário um SQL back-end.

Ferramentas de Gerenciamento e Administração

  • Nova ferramenta de gerenciamento
    • A ferramenta LCSCMD foi substituído pelo Communication Server Management Shell que é uma console baseada em PowerShell, similar a Exchange Management Shell do Exchange 2010.
    • A console de gerenciamento foi substituída pelo Communication Server Control Panel (CSCP) que é uma interface web baseada em Silverlight, também muito parecida com a console de gerenciamento web do Exchange 2010 (ECP).
  • Roles-Based Access Control (RBAC)
    • Mais uma vez outra característica herdada do Exchange 2010. Desta forma os direitos de acesso serão dados com base na atuação de cada colaborador permitindo segmentar bem o nível de permissão na console.
  • Central Management Store
    • Os dados da configuração da organização agora são armazenadas em uma nova base de dados, fora do Active Directory.
    • A instalação do Edge server foi simplificada pois agora o servido poderá acessar o Central Management Store em “pegar” as configurações do ambiente.
  • DNS Load Balancing
    • Agora todo o tráfego SIP e também de media poderá utilizar o load balance via DNS. Já o tráfego HTTP ainda requer um hardware load balance. Pode não fazer muito sentido mas o ganho com esta mudança é que para os administradores de HLB bastará criar apenas uma regra para balancear o tráfego HTTP, diferente das versões anteriores onde era necessário criar um série de regras de balanceamento.
  • Server Draining
    • Quando for necessário realizar uma manutenção em um servidor do pool, com está funcionalidade você poderá colocar o servidor em modo off-line, desta forma as conexões poderão ser movidas para outro servidor não impactando nas conexões ativas.

Fonte: Jeff’s Blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s